Orlândia, 20 de Setembro de 2017
    Programação
    Visitantes Online
    27 usuários online
    Gazeta no Smartphone
    Enquete
    Enquete ajax
    Gazeta no Facebook
    Notícias
    Vírus da febre amarela passou por mutação inédita no Brasil, afirma Fiocruz
    16/05/2017 - 08:41

     Motivo de medo desde o fim do ano passado quando começou a infectar e matar pessoas em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro, o vírus da febre amarela  está diferente .É o que mostra os exames de micro-organismos realizados em dois macacos da espécie Bugios infectados com o vírus da doença pelo instituto Oswaldo Cruz da Fundação Oswaldo Cruz (IOC/FIOCRUZ).

    Segundo os cientistas, o virús apresentou 8 mutações nunca antes detectadas,nada que  afete a eficácia da vacina usada no país.

    Impactos ainda são desconhecidos.

    Os cientistas ,no entanto, anida não sabem quais os impactos dessas mutações nos ciclos de vida ,transmissão e infecção do vírus.

    Os pesquisadores da Fiocruz vão analisar o grau de dispersão dessa nova versão do vírus,ou seja, o quanto ele se espalhou pelas várias regiões atingidas pela epidemia e o surto nos humanos.Os resuntados dessas análises devem ficar pronto em um mês.