Orlândia, 22 de Novembro de 2017
    Programação
    Visitantes Online
    17 usuários online
    Gazeta no Smartphone
    Enquete
    Enquete ajax
    Gazeta no Facebook
    Notícias
    Carro rebaixado e Som automotivo: Oque diz a Lei?
    14/11/2017 - 12:51

    Som automotivo:
    De acordo com a RESOLUÇÃO Nº 624 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), DE 19 DE OUTUBRO DE 2016, que regulamenta a fiscalização de sons produzidos por equipamentos utilizados em veículos, é proibida a utilização, em veículos de qualquer espécie, equipamentos que produza som audível pelo lado externo de veículo, independentemente do volume e que perturbe o sossego público em qualquer via de circulação.
    Não é necessária a medição do volume do som. Se for caracterizado um incomodo a outras pessoas, o agente de trânsito poderá registrar o auto de infração.
    Veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publicidade, divulgação, e comunicação, só poderão transitar com som alto se estiverem portando autorização emitida pelo órgão ou entidade local competente.
    Veículos que possuem equipamentos de som que participam de competições estão autorizados a fazer a utilização de som em alto volume somente nos locais de competição ou mediante a apresentação de permissões expedidas pelas autoridades competentes.

    Valor da multa: R$ 195,23 e 5 pontos na CNH


    Carro rebaixado:
    Para que o veículo sofra qualquer tipo de modificação (estética ou mecânica) que não siga as especificações técnicas do fabricante, é necessário solicitar ao Detran a alteração, para modificar o carro. Depois de autorizado pelo Detran, o veiculo poderá ser rebaixado e deve ser vistoriado e aprovado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia ), caso contrário poderá ser considerado inapto para circulação em vias públicas e sofrer penalidades .
    O sistema de suspensão poderá ser fixo ou regulável.
    A altura mínima permitida para circulação deve ser maior ou igual a 100 mm, medidos verticalmente do solo ao ponto mais baixo da carroceria ou chassi
    - O conjunto de rodas e pneus não poderá tocar em parte alguma do veículo quando submetido ao teste de esterçamento.


    Valor da multa: R$ 195,23 e 5 pontos na CNH (dependendo da infração pode ocorrer a apreensão do veículo.)